Como criámos o nosso set LEGO® Coliseu

Como é que um set LEGO® é planeado e criado O exemplo do LEGO® Coliseu

Bem, vamos aproveitar esta oportunidade para desmistificar a criação dos sets LEGO®. Nós gostávamos de vos dizer o contrário, mas a verdade é que não nos metemos numa roda a cantar, com caldeirões e alguma química.

Sim, eu sei que eles parecem fruto de magia, mas a culpa é da nossa incrível equipa.

Para descobrir tudo sobre o verdadeiro processo de design, conversámos com Rok Zgalin Kobe, o Designer Sénior na LEGO Architecture.

Exclusivos
Adicionar à lista de desejos

Coliseu

Price549,99 €

É claro que cada set e tema têm uma cronologia e características de design diferentes. Mas visto que o Rok foi o líder da equipa que esteve por detrás do maior set LEGO de sempre – o recente LEGO Coliseu – achámos que não podíamos usar exemplo melhor. Todos os caminhos vão dar a Roma!

1.ª Fase: As origens

Nós achamos que o destino do Rok estava traçado desde pequeno, era ele que tinha de levar a cabo o LEGO Coliseu. Quando era criança, costumava escalar as ruínas romanas de Emona na sua terra natal Ljubljana na Eslovénia. Alguns anos mais tarde, escolheu o nome do seu filho em Roma com a sua namorada que na altura estava grávida. Acabou chamá-lo de Rem, inspirado em Remus, o fundador da cidade.

Por isso, de certeza que foi ele quem impulsionou a criação do LEGO Coliseu, não? Bem...

«Se eu dissesse isso estava a ser muito egocêntrico» contraria o Rok. «É a mesma ideia que metade da população mundial teria se tivesse na minha posição!»

Rok Zgalin Kobe, o designer sénior na LEGO Architecture

O Rok revelou-nos que na LEGO Architecture, já há uma lista com as maiores obras de todos os tempos. Logo, é possível prever mais facilmente quais vão ser os futuros sets, o que não acontece em temas que dependem da cultura popular, como o lançamento de um novo filme.

«O Coliseu sempre teve um lugar bem acima na lista. Já andava a tentar diferentes escalas desde 2012, mas era difícil fazer justiça a este monumento grandioso.»

Então, o que mudou?

«Basicamente deram-nos a luz verde para fazer o que fosse preciso para criar o Coliseu.» Normalmente, os designers têm de estabelecer um intervalo de preços no início do projeto. No entanto, agora o Rok podia «explorar à vontade, sem um limite de custos.»

2.ª Fase: O conceito

O passo seguinte foi apresentar a ideia no evento interno de seleção. Os eventos internos de seleção são eventos que acontecem em alguns meses onde uma equipa de projetos submete o seu último protótipo para análise. A primeira fase é a fase do conceito.

Após as conversações sobre o Coliseu que ocorreram em fevereiro de 2019, o Rok começou a criar o modelo conceptual que consistia «numa fachada exterior de duas dimensões do Coliseu, uma grande parede de tijolos e apenas um esboço. Mas a escala do modelo quase não mudou desde então.»

O modelo conceptual do Coliseu
Segundo o Rok «estas simples paredes curvas sem apoios numa tábua foram o suficiente para convencer todos» e o modelo passou para a segunda fase do processo de seleção: a fase de desenvolvimento

3.ª Fase: Desenvolvimento

Por mais que gostemos de contemplar as nossas ideias, estas têm de ser desenvolvidas!

Contrariamente ao que costuma acontecer, a fase do desenvolvimento foi supervisionada por um novo designer. O Rok teve de ir para outro projeto e o Coliseu ficou para o Mike Psiaki. Segundo Rok o Mike é «muito bom em geometrias fora do comum.»

O Mike construiu o segundo modelo «muito rápido tendo em conta o tamanho do modelo». Este recebeu a luz verde no segundo evento interno de seleção, antes de voltar para o Rok para o acabamento.

4.ª Fase: O briefing

Após receber o modelo do Mike, o Rok só teve um mês para dar uma estimativa de preços. Segundo o mesmo, esta é uma das partes mais complicadas do projeto em si. Isto chama-se «briefing», quando o designer faz uma estimativa do custo de um projeto.

Esta estimativa é muito importante, porque os designers vão ter de respeitá-la até ao fim, apesar do modelo final ser bastante diferente dos protótipos.

Por estranho que pareça, esta fase até levou a um aumento de peças LEGO, porque na tentativa de baixar o preço do produto, o Rok decidiu «substituir o tijolo maior e mais complexo por vários tijolos mais pequenos e mais baratos.»

Foi nesta altura que o Rok começou a aperceber-se de que iriam criar o maior set LEGO de sempre. «Este nunca foi o objetivo» diz o Rok. O objetivo principal era «fazer a melhor representação do Coliseu possível com peças LEGO. Estava sempre a dizer que tinha de ter as fachadas e as diferentes ordens iónicas, coríntias, dóricas e toscanas.  

Mas a escala em questão exigia demasiadas peças LEGO.»

5.ª Fase: Acabamento

Apesar do modelo de desenvolvimento ser parecido ao modelo final, só conseguimos construí-lo após o acabamento.

Nesta fase, a experiência do utilizador é mais importante do que tudo e é neste momento que o Rok acrescenta todos os últimos detalhes.

Devido ao tamanho do set, o Rok trabalhou em quatro modelos parciais que correspondiam a diferentes secções do modelo. Ele fez isto para poupar tempo. Imagina que tinha de alterar algo numa secção do conjunto. Assim, era só alterar um dos modelos em vez de fazer a alteração (que seria mais demorada) no modelo maior.

6.ª Fase: O teste do calor

Um dos momentos mais stressantes da vida de um designer LEGO é quando, após anos ou meses de trabalho duro, o produto tem de ir para o forno industrial.

Calma, calma, nós não fazemos isto porque somos mauzinhos, há uma razão por trás! (Prometemos).

O teste do calor simula anos e anos de desgaste em elementos LEGO, é apenas uma fase pela qual todos os sets LEGO têm de passar para garantirmos que os mesmos irão durar muito tempo e podem ser vendidos.

Não sabíamos o que ia acontecer tendo em conta o tamanho deste set. Para que não houvesse nenhum desastre, o Rok e a sua equipa criaram uma base oval forte para, na teoria, dar estabilidade ao Coliseu e reduzir os pontos «fixos» e dar assim mais flexibilidade.

Como o Rok costuma dizer: «só na teoria é que não há diferença entre a teoria e a prática.» «O meu coração começou a bater muito depressa quando chegou a hora de eu e a especialista em modelos Charlotte Niedhardt, retirarmos o modelo bastante frágil do forno industrial.» 

Olha e não é que funcionou?

Mesmo assim, os modelos continuaram tão grandes que o Rok nem conseguia usar a sua secretária! Tivemos de trabalhar no átrio da Innovation House em Billund e de meia em meia hora tínhamos de responder às perguntas de todos os gestores de projetos, designers e marketeers que passavam por lá!

Passo n.º 7: Instruções de construção

Depois de perceberem que não tinham os seus sonhos destroçados, Rok e Charlotte focaram-se em tornar a construção deste modelo o menos complicada possível. Aqui temos de destacar o engenho do Martin Højen Holm Buk, o especialista em Instruções de Construções, que encontrou uma solução até para os problemas mais difíceis.

«Trabalhámos arduamente para garantir que criávamos algo que correspondesse às instruções de construção», diz Rok, «a construção de sets LEGO tem de ter uma lógica, para a experiência não ser muito confusa.»

Passo n.º 8: A finalização

A última reunião de verificação de qualidade do modelo ocorreu em agosto de 2019. Quase meio ano depois da primeira vez que se abordou este produto. Como este é o maior set de sempre, de certeza que o Rok teve de trabalhar muito mais tempo neste projeto do que noutros, não?

«O prazo deste projeto não foi assim tão maior do que noutros projetos de design LEGO, só que desta vez não estava a trabalhar em demasiados projetos ao mesmo tempo. Este set é 4 vezes maior do outros sets meus LEGO, mas não tive o quádruplo do tempo para trabalhar nele.»

Só passado um ano, em novembro de 2020, é que o público teve acesso ao set. Durante este tempo, o Rok passou a maior parte dos seus dias a trabalhar em outros projetos.

«Adoro relembrar o lançamento» diz o Rok. «Toda a gente a ficar incrédula com o novo Coliseu e a tua mente já está avançada um ano.»

E, muito resumidamente, é assim que um set LEGO é planeado e criado. Claro que não te contámos tudo, há sempre segredos que não podemos revelar. Agora, vamos só ali procurar o nosso caldeirão.

Está à procura de mais?

Visite a página inicial "Bem-vindos, adultos" para ver a nossa coleção de sets e de artigos destinados a adultos!