Marcos de desenvolvimento em crianças entre os 0 e os 3 anos

Quais são os marcos de desenvolvimento das crianças dos 0 aos 3 anos?

Sabia que as crianças desenvolvem 90% do seu cérebro antes de fazerem 5 anos?

Neste período, elas atingem uma grande variedade de marcos de desenvolvimento (capacidades que a maioria das crianças têm numa certa idade).

Os nossos sets LEGO® DUPLO® foram criados para ajudar as crianças a atingir estes marcos de desenvolvimento em cinco campos: Físico, Social, Emocional, Cognitivo e Criativo.

Então, achámos que era útil mostrar-lhe quais são os marcos de desenvolvimento mais comuns tendo em conta estas cinco categorias.

Também vamos falar um pouco das capacidades de motricidade fina. O que são as capacidades de motricidade fina? São a coordenação dos músculos mais pequenos das mãos e dos pulsos para fazer movimentos delicados e ágeis, como para agarrar um lápis ou... para construir com peças LEGO!

Para além de nos basearmos na nossa própria experiência para escrever este artigo, também utilizámos outra referências que poderá encontrar no fim deste artigo.

Mas, primeiro que tudo, é importante dizer que... Cada criança é única. Os marcos de desenvolvimento da sua criança não vão ser necessariamente iguais aos de outras. E se o seu pequenino ainda não tiver desenvolvido um ou outro marco de desenvolvimento da nossa tabela, isto não tem de ser motivo de alarme. No entanto, se notar que o seu filho ainda não atingiu vários dos objetivos, pode ser útil falar com um médico. Isto também é o caso se a sua criança tiver desenvolvido uma competência, mas que de repente a tenha perdido.

2 meses

Físico

Com esta idade, os bebés conseguem virar a cabeça para o lado quando estão de barriga para baixo. Ah e abanar-se muito!

Social

Começam a manter o contacto visual e a sorrir. Pode desenvolver os seus arrulhos começando a «conversar» com elas.

Cognitivo

Um marco de desenvolvimento que poderá notar é a forma como o seu bebé segue as pessoas à medida que se movem e procura coisas que lhe interessam — muitas vezes os seus pais! Reagem a sons altos.

4 meses

Físico

Conseguem empurrar para cima com apoio dos cotovelos enquanto estão de barriga e segurar a cabeça sem apoio (por um curto período).

Social

Continuam a tentar «falar» quando falar para elas e a virar a cabeça na sua direção quando fizer um barulho. Há bastantes guinchos e risadinhas (ainda não chegámos a uma risada completa, mas não estamos muito longe).

Emocional

O seu bebé fica feliz por voltar a ver caras conhecidas que deixou de ver por algum tempo e sorri espontaneamente.

Criativo

Gostam de brincar! Tanto consigo como a segurar brinquedos na mão, abaná-los e, provavelmente, a tentar mastigá-los também...

Mesmo nesta idade, brinquedos como chocalhos, bolas e mordedores são uma ótima forma de aumentar a coordenação mão-olho da criança, por isso, não se esqueça de deixar alguns por perto para que ela os possa agarrar e não se esqueça de brincar com ela também!

Cognitivo

Começam a reconhecer-se no espelho (sim, é mesmo um momento muito fofo). Também vão descobrir aquelas coisas estranhas, com dedos, que têm na parte de cima dos braços (designadas de «mãos») e vão encontrar formas de as pôr a trabalhar em conjunto.

6 meses

Físico

O seu bebé consegue virar-se das costas para a barriga e vice-versa. Consegue sentar-se utilizando as mãos para manter o equilíbrio.

Vai notar uma melhoria significativa nas suas capacidades de motricidade fina. Nesta idade, as crianças conseguem pegar em coisas com as duas mãos e até podem usar o seu polegar e dedos para mover os brinquedos de uma mão para a outra.

Emocional

Muitos risos e muitos guinchos! Também reconhecem cada vez mais pessoas.

Social

É altura de conversar! Elas revezam-se a fazer sons consigo. Só conseguem fazer sons simples, de uma silaba, como «ma, pa, oh, ba», mas conseguirá perceber a diferença entre os sons felizes e tristes.

Criativo

Nesta idade, os bebés começam a escolher os seus brinquedos preferidos e a pegar neles.

9 meses

Físico

Um marco de desenvolvimento significativo é quando conseguem sentar-se sem apoio e sentar-se a partir da posição deitada. Até podem começar a gatinhar! Conseguem suportar o seu peso nos pés, por exemplo apoiando-se a móveis.

Emocional

Nesta idade, os bebés podem ficar bastante «colados» a pessoas que lhes são familiares, especialmente quando se deparam com estranhos Mostram várias expressões faciais que representam o que sentem.

Social

Conseguem fazer e copiar sons simples (como «papá», «mamã», ou «vovó») e vai notar que adoram tagarelar. Levantam as mãos quando querem ser levantados.

Criativo

Provavelmente têm um brinquedo preferido e gostam de bater um brinquedo contra o outro.

Cognitivo

Reconhecem instruções e ordens simples (incluindo «não») e procuram por objetos quando estão fora do seu campo de visão.

Começam a apontar muito. Pode aproveitar isto para dizer o nome do objeto para o qual estão a apontar e assim ajudar a desenvolver as suas competências linguísticas.

12 meses

Feliz Aniversário!

Físico

É muito provável que com um ano as crianças já consigam gatinhar. Normalmente, já conseguem ficar de pé com alguma ajuda. É possível que consigam andar segurando-se em móveis e até mesmo ficar de pé sozinhas!

E as suas capacidades de motricidade fina? As crianças com esta idade conseguem lançar uma bola pequena, agarrar em coisas com o seu polegar e indicador e virar as páginas de um livro.

Social

Já conhecem o seu nome e podem conseguir dizer «mamã» ou «papá». Além de conhecerem algumas palavras, os seus balbuceios assemelham-se mais à fala e repetem certas palavras. E também já conseguem acenar para dizer adeus.

Emocional

Com esta idade, as crianças podem ficar muito revoltadas quando os pais vão embora. Normalmente, a ansiedade da separação desaparece entre os 18 e os 24 meses. Embora possa ser perturbador, é um marco emocional significativo que reflete o seu crescente apego delas a si. É importante que mantenha a calma, confiança e que tente voltar para elas quando prometeu.

Criativo

As crianças desta idade começam a pôr coisas nos recipientes, a dar-lhe livros quando querem ouvir uma história e adoram canções de brincar.

Cognitivo

As crianças desta idade ajudam os pais a vesti-las estendendo os braços e as pernas. Elas também já associam os nomes aos objetos.

 

18 meses

Físico

Um grande marco de desenvolvimento das crianças desta idade é o facto de já conseguirem andar e ficar de pé sozinhas, incluindo subir as escadas (com ajuda).

Criativo

Outro grande momento é que, aos 18 meses, já conseguem brincar com peças LEGO DUPLO! Esta é só uma das melhores maneiras de desenvolverem as suas competências. Normalmente, as crianças com 18 meses adoram empilhar peças LEGO e brincar de uma maneira muito física, empurrando carros de brincar para todo o lado e arrastando brinquedos ao andar. É por isso que nós incentivamos uma brincadeira ativa e cinética com sets para crianças desta idade.

Também começam a colorir e a rabiscar com lápis.

Social
De forma geral, adoram brincar e explorar novos sítios e coisas (normalmente sob supervisão de um adulto). Tente envolver-se e brincar com elas para que sintam mais seguras.

Conseguem dizer muitas palavras e até participar em músicas infantis.

Emocional

A sua criança pode começar a fazer birras nesta idade. É o resultado de se sentir frustrada por não conseguir comunicar como se sente.

Pode ser mais eficaz reconhecer o seu bom comportamento do que chatear-se com ela por fazer birra. Procure momentos em que ela está calma e feliz, como quando está a brincar com brinquedos LEGO DUPLO, para lhe dizer o quão bem ela se está a comportar ou a brincar.

Cognitivo

Reconhecem partes do corpo e conseguem obedecer a pedidos simples (como «dá-me isso»).

Dois anos

Feliz Aniversário outra vez! Como o tempo voa...

Físico

Com dois anos, é só correr, dar pontapés, atirar coisas e saltar. Não devem precisar de muito incentivo para fazer isto tudo...

O que pode sim incentivar são as suas capacidades de motricidade fina ao pedir-lhes para beberem de um copo sem tampa, pegarem num lápis corretamente ou construirem a torre mais alta que conseguirem com peças LEGO DUPLO.

Criativo

Um marco de desenvolvimento importante para as crianças de dois anos é a sua grande imaginação. As crianças desenvolvem esta competência através da brincadeira de faz de conta. E as nossas variadas personagens DUPLO ajudam com isto mesmo.

Vão adorar brincar com os interruptores, manípulos e botões dos brinquedos. E também vão gostar de selecionar formas e cores e de brincar com brinquedos bem diferentes.

Emocional

A sua criança de dois anos adora copiar os adultos (parte da razão por que incluímos cenários da vida real nos nossos sets DUPLO). Começam a reparar quando as pessoas estão tristes e vão olhar para si para perceber como é que devem reagir, quando não tiverem a certeza.

Cognitivo

Vão apontar para coisas quando disser o seu nome e conseguem dizer o nome de objetos conhecidos.

Dizem frases pequenas com pelo menos duas palavras. O seu vocabulário está a crescer muito rapidamente e pode aproveitar a ocasião para incentivar isto dizendo-lhe o nome de todas as coisas pelas quais vai passando. Nos nossos sets LEGO DUPLO, focados na parte cognitiva, incluímos muitos elementos (e às vezes bem diferentes) para as crianças apontarem, dizerem o nome e memorizarem. 

Três anos

OUTRO aniversário? Estamos a ficar sem velas...

Físico

Normalmente, as crianças de 3 anos conseguem andar em bicos de pés, apanhar bolas grandes e pedalar em triciclos e afins.

Criativo

A sua imaginação e brincadeira de faz de conta torna-se mais «vívida», algo que incentivamos nos nossos sets para crianças com esta idade ao incluir elementos, personagens e situações mais complexos.

Emocional

Podem ficar revoltados quando se for embora, mas normalmente acalmam-se após cerca de 10 minutos, o que mostra a sua capacidade de autocontrolo.

Social

Gostam de brincar com outras crianças e mesmo de partilhar coisas.

Cognitivo

Conseguem identificar certas ações quando lhe pedirem, por exemplo, «corre», «desenha» ou «canta». Sabem qual é o seu nome, idade e começam a aprender a contar.

É a altura de todas as perguntas... Vão fazer-lhe muitas perguntas sobre o mundo à sua volta. Fale com a criança sobre vários tópicos para satisfazer a sua curiosidade!