A física por detrás da nossa primeira montanha-russa com loopings.

A física por detrás da nossa primeira montanha-russa com loopings.

Quando lançámos o nosso primeiro set de uma montanha-russa estávamos longe de imaginar que se iria tornar tão popular. Descobrimos então que as pessoas adoram mesmo montanhas-russas!

Quando decidimos criar um novo set de uma montanha-russa, os nossos designers quiseram fazer algo que nunca fizeram antes e criar um set que iria simplesmente apaixonar os fãs de montanhas-russas do mundo inteiro.

A Montanha-russa com Looping LEGO® é o nosso modelo mais rápido, maior, mais ambicioso e um dos mais desafiantes do ano.

A criação dos loopings

Quando olhares para este set vais reparar logo em duas coisas. Primeiro, nos dois loopings da montanha-russa.

Esta é a primeira vez que incluímos loopings na nossa montanha-russa e decidimos isto bem cedo na fase de design.

«Começámos a construir e apercebemo-nos de que poderíamos incluir loopings se tivéssemos velocidade suficiente», diz Pierre Normadin, um designer que liderou este projeto. Com a sua experiência a criar sets LEGO City e LEGO Icons e especificamente no design de comboios, ele era simplesmente a pessoa perfeita para tomar as rédeas do design deste set. Mas neste set ele teve de dar tudo mesmo!

Pierre Normadin, Designer da LEGO®

«Normalmente, construir modelos LEGO é bem diferente do mundo real, mas desta vez as semelhanças foram evidentes. Apercebemo-nos bem cedo que seria difícil dominar a física da montanha-russa.»

Para a carruagem fazer todos os loopings com sucesso, tinha de atingir uma certa velocidade no primeiro looping para depois passar com sucesso no segundo. Mas para encontrarem a velocidade perfeita tiveram de errar muito.

A necessidade de velocidade suficiente

A velocidade da carruagem é gerada pela gravidade que puxa a carruagem em direção à Terra. No entanto, esta velocidade é contrariada pelo atrito gerado pela interação da carruagem com a pista e por um aumento da tração por gravidade quando o carro tenta subir novamente no looping.

«Uma das nossas grandes frustrações foi ver a carruagem a parar constantemente no topo do looping», diz Pierre.

Tivemos então de criar uma velocidade que seria superior à fricção da pista e ao aumento de gravidade nos loopings.

Como? Com altura!

A velocidade é gerada pela altura da descida, quanto maior o ponto de descida for, maior é a velocidade.

Chegamos então à segunda coisa que vais notar logo que olhares para este set: a sua altura. É que este set é mesmo muitoooo alto!

O seu ponto mais alto tem 92 cm. Tornando-se assim num dos sets mais altos que jamais criámos. Contudo, apesar de este desafio estar resolvido, apareceu outro que fez doer a cabeça aos nossos designers.

Depois da carruagem completar a pista, como é que volta outra vez ao início para fazer outra viagem?

Um elevador até ao topo

Vê a montanha-russa em ação!

«Durante a fase de desenvolvimento e design temos de analisar todas as opções possíveis», continua Pierre. «Uma rampa iria ocupar demasiado espaço e isto simplesmente não era possível!»

Então, decidimos que a carruagem seria elevada com a ajuda de um elevador. Assim, não ocupava tanto espaço e a carruagem ficaria na posição de descida mais rapidamente.

O elevador pode ser operado manualmente ou pode ser automático com um motor e uma unidade de pilhas (vendidas separadamente).

Depois, quando a carruagem desce para a pista, um contrapeso cuidadosamente calibrado baixa o elevador suavemente para a sua posição inicial.

Dia de emoções na feira popular

Claro que não vamos à feira popular só para andar de montanha-russa e o Pierre certificou-se que o set tem outras referências únicas.

Os teus convidados podem ir buscar um cachorro-quente, um pretzel ou um balão (esta é a parte preferida do Pierre). O set até vem com um marcador de altura para te certificares de que as minifiguras são altas o suficiente para andarem na montanha-russa. Já que estamos a falar de minifiguras, fica sabendo que este set tem 11 minifiguras novas, incluindo seis com cabeças reversíveis.

«Sabes, às vezes são os pequenos detalhes que te fazem sentir melhor. Os pormenores mais pequenos são fixes e divertidos e não são demasiados desafiantes», diz Pierre com um sorriso no rosto.

E nós percebemos totalmente! Depois de ultrapassarem todos os desafios deve ter sabido bem divertirem-se à grande com este set.

À procura de mais?

Passa pela página Bem-vindos Adultos e vê a nossa coleção de sets e artigos para adultos!