Como desenvolver e cultivar a curiosidade em crianças

Como desenvolver e cultivar a curiosidade em crianças

A curiosidade, o desejo de aprender e adquirir novos conhecimentos, é uma habilidade fundamental para todos, mas é particularmente importante para as crianças. É a força que incentiva as crianças a explorarem e questionarem o mundo ao redor delas. 

Embora todos os pais esperem que as crianças tenham a mente aberta e estejam ansiosas para aprender novas habilidades, cultivar o lado curioso é uma parte fundamental do desenvolvimento de habilidades acadêmicas, para proporcionar a elas um amor duradouro pelo aprendizado. 

Com alguns quebra-cabeças e atividades de resolução de problemas, de brinquedos a jogos divertidos, as crianças podem desenvolver as habilidades de investigação e ampliar o interesse em como o mundo funciona e qual é o lugar delas nele.

Como identificar a curiosidade?

A curiosidade pode aparecer de várias maneiras, e reconhecer os sinais de uma criança curiosa é um passo importante para ajudá-la a abrir a mente.

Nos primeiros anos, a curiosidade de uma criança é impulsiva, pois ela é naturalmente atraída por coisas novas. Crianças pequenas costumam envolver todos os sentidos na busca por compreensão. Você reconhecerá isso quando elas tocarem, cheirarem, ouvirem e até provarem as coisas ao redor.

Conforme as mentes se desenvolvem, os corpos crescem e elas aprendem a falar, a curiosidade das crianças as levará a fazer perguntas como: ""Por que o céu é azul?"". Mas há outros indicadores da natureza curiosa.

Você pode notar a criança observando atentamente algo ou alguém, a postura e as expressões faciais dela podem mudar e ela pode continuar a tocar, provar e cheirar coisas para buscar uma melhor compreensão.

Para crianças mais velhas, a curiosidade pode ser fazendo perguntas sobre desafios mais complexos que podem estar enfrentando na escola e no mundo. Elas podem começar a se interessar por tópicos como política, STEM e igualdade, e começar a conversar sobre isso.

Cinco principais benefícios da curiosidade

A infância é um período muito especial, no qual a curiosidade da criança faz com que ela queira saber praticamente tudo sobre tudo. As mentes das crianças estão em desenvolvimento e cheias de perguntas, algumas delas serão direcionadas a você, enquanto para outras elas tentarão encontrar respostas por conta própria.

O insaciável senso de imaginação de uma criança é realmente especial, e incentivar a curiosidade da criança é um presente do qual ela pode se beneficiar pelo resto da vida. Além de alimentar o desejo de aprender, há inúmeros benefícios para crianças com uma mente curiosa.

1. Crianças curiosas têm melhores instintos e habilidades de sobrevivência

Os instintos de sobrevivência não são apenas para aventureiros e pessoas presas em ilhas desertas: são uma parte importante do conjunto de habilidades de todos, pois nos ajudam a permanecer vigilantes e adaptáveis a um ambiente em constante mudança.

Conforme as crianças exploram o mundo ao redor e buscam novas experiências, elas aprendem a estar prontas para diferentes eventualidades. Ao descobrir coisas novas que continuam a surpreender e encantar, elas aprenderão a esperar o inesperado.

2. Crianças curiosas são mais felizes e saudáveis

Todos os pais querem que as crianças tenham uma vida feliz, e nutrir a curiosidade delas pode ser fundamental para a felicidade a curto e longo prazo. Pessoas mais curiosas tendem a ter emoções mais positivas e menos ansiedade. Por sua vez, isso as ajuda a se sentirem mais satisfeitas na vida, o que contribui para um melhor bem-estar psicológico.

Resumindo, isso significa que, ao nutrir a curiosidade da criança, você estará dando a ela uma maior possibilidade de viver uma vida longa, saudável e feliz.

3. Crianças curiosas são mais autoconscientes

A curiosidade se presta a todos os aspectos da vida. Ela não só incentiva as crianças a questionarem o mundo ao redor, mas também pode levá-las a uma busca pela autodescoberta conforme se tornam curiosas sobre si mesmas.

Essa curiosidade em entender melhor a própria mente e personalidade muitas vezes pode levá-las a questionarem as percepções que têm e a se aprimorarem adquirindo novas habilidades.

4. Crianças curiosas são mais empáticas

Além de querer saber mais sobre si mesmas, crianças curiosas também se interessam pelas outras pessoas, o que é fundamental para desenvolver conexões com outras crianças e adultos.

Esse interesse pelas pessoas pode levar as crianças a obter uma compreensão ainda maior do mundo através dos olhos dos outros. Ao se envolver com outras pessoas e aprender sobre valores, experiências, perspectivas e crenças, as crianças desenvolverão maior empatia por todos.

5. Crianças curiosas são melhores solucionadoras de problemas e mais informadas — realizando mais no âmbito social e acadêmico

Como a curiosidade tem tudo a ver com o desejo de aprender, não é de admirar que crianças curiosas sejam mais propensas a ter sucesso acadêmico. Por estarem realmente interessadas em coisas que ainda não conhecem ou entendem, as crianças curiosas acham muito mais fácil se envolverem e esforçarem bastante para aprender algo novo.

Essa mentalidade continua fora dos ambientes acadêmicos, pois crianças curiosas geralmente são melhores em resolver problemas por conta própria e serem socialmente dotadas.

Dez atividades para desenvolver a curiosidade

A beleza da curiosidade é que ela é inclusiva. Toda criança pode receber os benefícios físicos, psicológicos e cognitivos de ter uma mente curiosa, simplesmente sendo encorajada a ser curiosa.

A curiosidade da criança não precisa diminuir à medida que ela cresce. A aprendizagem acontece naturalmente quando as crianças podem satisfazer a curiosidade por meio de exploração segura, autodirigida e lúdica. As observações das crianças estimulam o desenvolvimento emocional, social, intelectual, físico e ético ao mesmo tempo.

Confira algumas das principais atividades para desenvolver a curiosidade nas crianças.

1. Crie um ambiente de aprendizagem em casa

A aprendizagem não acontece apenas na escola: acontece em todos os lugares, e criar um lar propício para a aprendizagem e o desenvolvimento cognitivo é uma parte importante de manter as crianças curiosas.

Isso significa dar acesso a livros e materiais que permitem brincadeiras abertas, como lápis de cor e papel. Você também pode encher sua casa com ricas experiências sensoriais tocando música, exibindo arte nas paredes e dando à criança novos alimentos para experimentar.

2. Faça perguntas abertas e estimule o pensamento

Quando você faz perguntas para uma criança, pode inspirar a curiosidade dela e, ao mesmo tempo, mostrar que se importa com o que ela tem a dizer. As perguntas abertas não têm uma resposta direta como ""sim"" e ""não"", pois há muitas maneiras de respondê-las, o que faz com que as crianças pensem por si próprias.

Fazer perguntas para a criança como ""Como você se sente sobre…"" e ""O que você acha que acontecerá se…"" poderá incentivá-la a desenvolver as próprias ideias e a se articular enquanto esclarece os interesses e as perspectivas dela.

3. Forneça materiais lúdicos que envolvam os sentidos das crianças

Embora alguns brinquedos sejam projetados para serem jogados de uma certa maneira, com pouco espaço para divergir, outros são projetados para ajudar as crianças a descobrirem soluções para problemas enquanto descobrem como as coisas funcionam.

As habilidades mentais e os sentidos das crianças são estimulados por peças de construção criativas, areia para brincar, bonecos, quebra-cabeças, materiais artísticos não tóxicos e brinquedos que se conectam. Ao construir estruturas e conjuntos, as crianças podem aprender sobre tamanhos, formas, números e texturas, além de peso, equilíbrio e simetria.

É importante deixar a criança assumir a liderança ao brincar, em vez de instruir ou dizer como algo deve ser. Embora possa ser tentador guiá-la, deixe que a curiosidade dela faça isso.

4. Ouça respeitosamente e responda às perguntas de forma simples e clara

As crianças têm muita coisa na cabeça e, com isso, muitas vezes ficam com muitas dúvidas na ponta da língua. É importante ouvir atentamente as perguntas da criança e responder de uma forma que ela entenda.

Se ela ainda parecer confusa depois de você responder, tente perguntar se ela entendeu tudo. Se não, peça para ela esclarecer o que não entendeu para que vocês possam trabalhar juntos para ajudá-la a aprender. Tudo bem se você não souber a resposta. Basta dizer a verdade e descobrir a resposta juntos.

É importante que a criança se sinta confortável em não saber e tenha confiança ao fazer perguntas. Dessa forma, ela não terá medo de continuar perguntando até entender melhor e ficar satisfeita com a resposta.

5. Envolva a curiosidade com atividades STEM simples e práticas

As atividades de STEM (ciência, tecnologia, engenharia e matemática) são uma ótima maneira de atrair a curiosidade da criança enquanto desenvolve o desejo dela por descobertas científicas e resolução de problemas. Crianças com mais de 9 anos vão adorar os conjuntos LEGO® Technic, que permitem aprender sobre engenharia, bem como outros tópicos como tecnologia de RA.

Além disso, nunca é cedo demais para uma criança começar a desenvolver suas habilidades nessas áreas. Por exemplo, crianças em idade pré-escolar podem se familiarizar com conceitos de programação, como sequenciamento, looping e programação condicional, enquanto desenvolvem habilidades sociais, emocionais e de resolução de problemas, além do pensamento crítico e da colaboração.

6. Mostre o mundo para as crianças e faça atividades em família

Crianças de todas as idades adoram explorar, mas gostam ainda mais quando é uma experiência compartilhada. Levar as crianças para viagens em família pode ser uma ótima maneira de inspirá-las e despertar a curiosidade delas enquanto criam memórias valiosas.

Visitar museus, zoológicos, centros comunitários, LEGOLAND®, LEGOLAND Discovery Centres ou até mesmo acampar ao ar livre são maneiras maravilhosas de explorar com a criança e fazer com que o cérebro dela reflita sobre o mundo.

7. Forneça para as crianças ferramentas básicas de descoberta

Seja explorando o mundo com você ou por conta própria, ter as ferramentas e os brinquedos certos à disposição pode ajudá-las a desenvolver habilidades importantes enquanto aprendem sobre o ambiente.

Por exemplo, uma lupa, um ímã, um balde e uma pá, um apanhador de insetos ou até mesmo uma fita métrica são formas de as crianças levarem a curiosidade para além da observação, pois elas podem interagir e investigar as coisas.

Além de aprender sobre o mundo ao redor, você pode ajudar as crianças mais velhas de 9 a 12 anos a aprimorarem as habilidades de resolução de problemas enquanto apresenta a elas o mundo da ciência da computação com o LEGO® MINDSTORMS®.

Com o LEGO® Creator 3in1, as crianças podem escolher entre três construções de vários temas diferentes — o que significa que há várias possibilidades de descobrir coisas novas.

8. Envolva-se em sua comunidade local

Ao buscar novas experiências em sua comunidade local, você pode estimular a curiosidade da criança. Isso pode incluir levá-la com você em tarefas simples, como compras de supermercado, ou em eventos mais empolgantes, como celebrações comunitárias, desfiles e festivais.

Você pode até levar a criança para um evento que beneficie a comunidade com atividades voluntárias, como limpeza de praias e/ou parques.

9. Estimule a coleção

Muitos dos construtores adultos começaram a colecionar quando eram crianças. Conforme as crianças exploram o mundo, elas vão gostar de colecionar coisas ao longo da sua vida, como pedrinhas, conchas, adesivos e até brinquedos, que podem representar troféus que marcam cada jornada de descoberta.

Além de envolver a criatividade, as crianças que colecionam itens aprendem o valor da responsabilidade e da paciência à medida que crescem e cuidam de suas coleções preciosas.

As crianças também podem criar uma coleção de personagens com LEGO® Minifiguras, com os quais podem brincar ou exibir. Como cada Minifigura vem selada em uma bolsa ""misteriosa"", aumentar uma coleção se torna uma atividade emocionante, o que ajuda as crianças a desenvolver a paixão por colecionar.

10. Use restrições mínimas com a maior segurança possível e deixe as crianças serem crianças

De todas as maneiras de ajudar a cultivar a curiosidade da criança, talvez a mais importante (e a mais simples) seja deixá-la explorar, descobrir, aprender e satisfazer a curiosidade do jeito dela.

Fora que, ao permitir que elas apreciem plenamente as alegrias de resolver e descobrir coisas por conta própria e que brinquem com a mínima restrição, as crianças podem criar confiança e desenvolver uma maior apreciação pelo aprendizado.

Com nossos conjuntos LEGO® Education e todas as atividades que mencionamos anteriormente, as crianças podem aprender com segurança a resolver problemas e desenvolver as habilidades de pensamento crítico enquanto despertam a curiosidade por tópicos STEM.

Construções
Construções
Construções
Trens
Espaço
Veículos
Jogos
Vamos lá